• SIA Trecho 3 lote 625/695
    Edifício SIA Empresarial - Bloco "A" Sala 220

  • (61)3233-1033
    embre@embre.com.br

Trata-se de uma fundação profunda escavada manual ou mecanicamente, em que, pelo menos na sua etapa final, há descida de pessoal para alargamento da base ou limpeza do fundo quando não há base.
Neste tipo de fundação as cargas são transmitidas essencialmente pela base a um substrato de maior resistência.
Este tipo de fundação é empregado acima do lençol freático, ou mesmo abaixo dele nos casos em que o solo se mantenha estável sem risco de desmoronamento e seja possível controlar a água do interior do tubulão, respeitando-se as normas de segurança, em particular a NR-18.

Escavação do fuste

O fuste pode ser escavado manualmente por poceiros ou através de perfuratrizes até a profundidade prevista em projeto. Quando escavado a mão,o prumo e a forma do fuste deverão ser conferidos durante a escavação.

Alargamento da base

A base pode ser escavada manual ou mecanicamente. Quando mecanicamente é obrigatória a descida de poceiro para remoção do solo solto que o equipamento não consegue retirar.
Antes da concretagem o material de apoio das bases dever√° ser inspecionado por engenheiro, que confirmar√° in loco a capacidade suporte do material, autorizando a concretagem. Esta inspe√ß√£o poder√° ser feita com penetr√īmetro de barra manual.
Quando a base do tubul√£o for assente sobre rocha inclinada, vale o exposto em 8.2.2.4. e 7.5.1.da NBR 6122/2010.

Colocação da armadura

A armadura do fuste deve ser colocada tomando-se o cuidado de n√£o permitir que nesta opera√ß√£o torr√Ķes de solo sejam derrubados para dentro do tubul√£o.

Concretagem

A concretagem do tubulão deverá ser feita imediatamente após a conclusão de sua escavação.
Em casos excepcionais,nos quais a concretagem não tenha sido feita imediatamente após o término do alargamento e sua inspeção, nova inspeção deve ser feita, removendo-se material solto ou eventual camada amolecida pela exposição ao tempo ou por águas de infiltração.
A concretagem √© feita com o concreto simplesmente lan√ßado da superf√≠cie, atrav√©s de funil com comprimento n√£o inferior a cinco vezes seu di√Ęmetro interno e com no m√≠nimo 1.5m.
Não é necessário o uso de vibrador. Por esta razão o concreto deve ter plasticidade suficiente para assegurar a ocupação de todo o volume da base.

Seq√ľ√™ncia executiva

Quando previstas cotas vari√°veis de assentamento entre tubul√Ķes pr√≥ximos, a execu√ß√£o deve ser iniciada pelostubul√Ķes mais profundos, passando-se a seguir para os mais rasos.
N√£o pode ser feito trabalho simult√Ęneo em bases alargadas em tubul√Ķes cuja dist√Ęncia, de centro a centro, seja inferior a 2.5 vezes o di√Ęmetro da maior base.

Concreto

A dosagem do concreto deve ser tal que se obtenha resistência característica a compressão de pelo menos 20 MPa, conforme ABNT NBR 12655, devendo ter um consumo mínimo de cimento de 300 kg/m3 e abatimento de tronco de cone de 10 + 2 cm conforme ABNT NBR 7223.

A integridade dos tubul√Ķes deve ser verificada em no m√≠nimo um por obra, por meio da escava√ß√£o de um trecho do seu fuste.